EFC Engenheiros Financeiros & Consultores

Uncategorized

Inflação se aproxima da meta com Temer!

Inflação se aproxima da meta com Temer!

By on set 19, 2016 in Uncategorized | 0 comments

Inflação se aproxima da meta com Temer! Semana iniciada em 12_09_16   A imagem que apresento hoje mostra o último quadro do Banco Central do Brasil (BCB)  publicado sexta feira passada, 9 de setembro e divulgado pela internet ontem. Como tenho explicado em outras vezes, o relatório denominado FOCUS é publicado todas as segundas feiras às 9 horas da manhã pelo BCB e apresenta  uma grande média de opiniões de economistas e analistas do mercado financeiro, que enviam seus prognósticos dos principais indicadores todas semanas e o BC os tabula e os divulga na internet. Qualquer pessoa pode se cadastrar e receber em seu computador ou celular o estudo semanal gratuitamente. BCB Os dados publicados que mais nos interessam hoje dizem respeito à inflação. Para ela, o relatório FOCUS apresenta  quatro  indicadores, dos quais faremos um resumo a seguir.  Para isso, comentamos os dados da inflação para os próximos doze meses e para cada um desses indicadores,  previsões há 4 semanas atrás, há uma semana atrás e “hoje” ou seja com a última previsão para os próximos doze meses, sempre  em porcentagem anual: IPCA, índice de preços ao consumidor, variante “ampla”, calculado pelo IBGE, o Instituto Brasileiro  de Geografia e Estatística: 5,42%; 5,28%; 5,24%; IGP – DI, índice geral de preços, variante “disponibilidade interna”, calculado pela Fundação Getúlio Vargas: 4,99%; 5,17%; 5,25%; IGP – M índice geral de preços, variante “de mercado”, calculado pela Fundação Getúlio Vargas: 5,19%; 5,35%; 5,29%; IPC – FIPE, é o índice de preços ao consumidor, calculado para a cidade de São Paulo pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas da Universidade de São Paulo: 5,19%; 4,85%; 4,85%. Como “para 12 meses” significa setembro de 2017, talvez seja possível atingir o centro da meta de 4,5%  até o final de 2017, conforme desejo do Banco Central do Brasil. Mas o seu Presidente, Ilan Goldfajn, tem dito que esse “atingir a meta” depende muito do esforço fiscal do governo, o que necessariamente implica em que o Ministro da Fazenda,Henrique Meirelles,  tenha sucesso em duas frentes, “aprovar as reformas essenciais no Congresso” e “segurar os gastos governamentais nos três poderes”. Uma batalha da qual não sabemos o desfecho é dada pelo  conjunto de pleitos dos aumentos salariais, inclusive...

Read More
TEMER É PRESIDENTE, E AGORA?

TEMER É PRESIDENTE, E AGORA?

By on set 2, 2016 in Uncategorized | 1 comment

  TEMER É PRESIDENTE, DILMA FOI AFASTADA, E AGORA? Semana iniciada em 28_08_16 Hoje, 31 de agosto de 2016, o Brasil tem formalmente um novo Presidente da República, Michel Temer. No Senado Federal o longo processo, dirigido em sua fase final pelo próprio presidente do Supremo Tribunal Federal, Ricardo Lewandowski,  terminou afastando Dilma Rousseff por 62 votos “SIM” contra 20 votos “NÃO”. Uma manobra do PT neste último dia de “fatiar” a decisão dos senadores fez com que, embora afastada da presidência do Brasil, continuasse Dilma com seus direitos políticos, inclusive o de se candidatar, através de 42 votos favoráveis, 36 contrários e 3 abstenções. Digo eu: Possivelmente, os dois maiores partidos hoje no poder, o PMDB e o PSDB, poderão recorrer (em conjunto) ao STF, pois a constituição em vigor prevê a cassação juntamente com a perda dos direitos políticos, o que aconteceu com o então Presidente Collor. Me parece que a base de apoio teria rachado prematuramente.. Vamos acompanhar esse caso, leia meu comentário final abaixo. Mas o que importa para os brasileiros é agora a nova fase de condução do Brasil, com a queda do PT e seus partidos associados (especialmente o PC do B) do governo. Assim, se desmantelam 13 anos sucessivos nos quais os detentores do poder se encastelaram em milhares de cargos públicos, causando os escândalos do “mensalão”, dos roubos na Petrobrás, dos fundos públicos de pensão e em grandes empresas governamentais como a Nuclebrás e Eletrobrás, com o conluio de empresários ambiciosos e desonestos, ancorados em executivos dessas empresas, aliados a operadores financeiros que executavam o desvio de fortunas para o exterior, dinheiro que depois voltava para partidos e políticos desonestos. Deverão também com Temer cessar novos investimentos em obras em Cuba, Venezuela, em países da África, sempre envolvendo empreiteiros corruptos, que levaram recursos financiados pelo governo brasileiro e pelo BNDES a  juros subsidiados, quando o Brasil possui centenas de projetos paralisados por falta de dinheiro. Ouvi as primeiras palavras de Temer como Presidente empossado e resumo os pontos principais, para em seguida dar minha opinião. Diz ele: “Golpista é quem está contra a constituição, não vamos levar ofensa para a casa, reagiremos com firmeza, mas com elegância”; “O governo é capaz de responder a...

Read More
Relatório FOCUS com sinais contraditórios

Relatório FOCUS com sinais contraditórios

By on maio 29, 2016 in Uncategorized | 0 comments

Semana Iniciada em 15_05_16 Como fazemos todas as segundas feiras, comentamos os dados do Relatório Focus recebido do Banco Central do Brasil por volta das 8:30 horas da manhã. Vamos comentar a série de três números para cada indicador: há 4 semanas, há 1 semana e nesta semana. Inicialmente, vejamos os dados de inflação em porcentagem para 2016: O principal índice de inflação, o IPCA calculado pela FGV, mostra estabilização em sete por cento, ainda alto: 7,08%; 7,00%; 7,00%; O dado da Fundação Getúlio Vargas, mais importante, é o IGP -DI, que indica um aumento no dado de hoje: 7,22%; 7,03%; 7,10%; O IPC-FIPE, que vale para a cidade de São Paulo, está mais alto que o IPCA e o IGP – DI, mostrando que a inflação para os paulistanos está mais alta que a média brasileira e subindo: 7,39%; 7,04%; 7,14%; Os indicadores dos preços administrados, aqueles que são influenciados pelas decisões do Governo, não estão cedendo e ainda estão altos, mas pelo menos não estão subindo e acompanhando o IPCA: 7,20%; 7,00%; 7,00%. Moral da história: inflação prevista para 2016, considerando esses quatro indicadores, aponta para 7,00% na melhor das hipóteses. Sim, abaixo dos traumáticos 10,76% do ano de 2015, mas ainda bem acima não só do centro da meta do Banco Central, que é 4,5%, mas também ainda acima do limite superior, que é de 6,5%. Vamos aguardar as ações do governo de Michel Temer e de seu ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, que vai amanhã, terça feira, 17 de maio, trocar toda diretoria do Banco Central. Pela primeira vez, o BC vai se subordinar ao Ministro da Fazenda. Na pseudo-independência, quem mandava era a Presidente Dilma! Demais dados da tabela: Taxa de câmbio: o BC não consegue segurar o câmbio na faixa desejada dos R$ 4,00, como víamos em semanas anteriores. As previsões para o fim de 2016 caíram e são as seguintes, em R$ por dólar: 3,80; 3,70;3,70. Meta da taxa SELIC para o fim de 2016: já temos uma perspectiva de redução dessa taxa, que representa o piso absoluto dos empréstimos interbancários, hoje em 14,25% ao ano, nas previsões para final de 2016: 13,38%; 13,00%; 13,00. Portanto, uma previsão de redução de 1,25% até 31/12/2016. PIB, Produto Interno Bruto, importante medidor da atividade econômica (uma economista de esquerda disse há...

Read More
Os quatro indicadores de inflação caíram!

Os quatro indicadores de inflação caíram!

By on abr 11, 2016 in Uncategorized | 0 comments

  Como fazemos todas as segundas feiras pela manhã, após receber automaticamente o relatório FOCUS do Banco Central do Brasil, publicamos em nossa página do LinkDin uma análise desse documento, comentando os principais tópicos. Esse relatório publica, para cada um dos indicadores, valores para o ano de 2016 (e também para 2017) em três colunas: “Há 4 semanas”. “Há 1 semana” e “Hoje”, significando as previsões de cada indicador feitas nas semanas anteriores e nesta semana. Conforme já explicamos, a data é sempre da sexta feira passada, e, nesse caso, 8 de abril de 2016. Nós vamos comentar os cinco índices que medem a inflação nos referindo diretamente às séries das três semanas acima indicadas, sempre em % para 2016: 1) IPCA, índice oficial do Governo, calculado pelo IBGE:  7,46 ; 7,28; 7,14. 2) IGP DI calculado pela Fundação Getúlio Vargas: 7,60; 7,41; 7,40. 3) IGP – M calculado pela Fundação Getúlio Vargas: 7,77; 7,67; 7,47 (reajusta alugueis e tem a mesma metodologia do IGP – DI); 4) IPC – FIPE, calculado pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas da USP, vale só para a cidade de São Paulo: 7,01; 7,00; 7,27; esse indicador apresentou um aumento, localizado para essa cidade, o que é ruim para os paulistanos. 5) Preços administrados: esse indicador mostra a inflação dos preços controlados direta ou indiretamente pelo governo, como os impostos, tarifas, combustíveis, preços de onibus e metrôs, e similares. Para o leitor ter ideia de sua importância, ele em 2014 passou de 15% devido ao represamento desses preços antes da eleição de Dilma, evidentemente para ajudá-la. Em 2016 está baixando: 7,40; 7,40; 7,20. Ele pesa cerca de 20% no índice geral. Vejamos agora os outros principais indicadores, que não referentes à inflação: Meta da taxa Selic para o fim de 2016: 14,25; 13,75; 13,75. Significa que o mercado está prognosticando uma pequena redução dessa taxa ainda em 2016. Isso seria ótimo, pois todos as demais taxas dependem desse piso. PIB (% de crescimento ao ano, para 2016): -3,54; -3,73; -3,77. Significa que o mercado não prevê uma paralisação da queda do PIB, mal! Taxa de cambio, R$ por US$, fim de 2016: 4,25; 4,00; 4,00. Hoje o cambio está em R$ 3,54, o...

Read More
O misterioso assassinato de Celso Daniel de volta!

O misterioso assassinato de Celso Daniel de volta!

By on abr 8, 2016 in Uncategorized | 0 comments

Todos os jornais desse fim de semana, dois de abril de 2016, trazem na primeira página a suposta ligação da nova fase das operações “Lava -Jato”, a “Operação Carbono 14”, com o misterioso assassinato do prefeito de Santo André, Celso Daniel. ocorrido em 2002, mas até hoje não perfeitamente esclarecido. As prisões ocorridas na “Operação Carbono 14” levaram para a cadeia o dono de empresas de ônibus de Santo André Ronan Maria Pinto, que é também dono do jornal “Diario do Grande ABC”,  com quem foram parar parte dos R$ 12 milhões obtidos por José Carlos Bumlai, o pecuarista e amigo chegado do ex-presidente Lula. Bumlai tinha obtido esse dinheiro em 2004 do Banco Schahin, para quitar segundo ele, dívidas do PT; esse empréstimo foi confirmado pela delação premiada de Salim Taufic Schahin, dono do banco de do grupo do mesmo nome. Mais tarde em 2009 Schahin, que tem atividades de perfuração em águas profundas na Petrobrás, obteve um bilionário contrato com um sofisticado contrato com o navio – sonda “Vitória 10.000”, como compensação pela ajuda á Bumlai. Na “Carbono 14” foi também detido Silvio Pereira, que já tinha sido condenado no “Mensalão”,  quando foi apanhado com um jeep Land Rover, “presente” de empresa que também atuava na Petrobrás. Silvinho, como era mais conhecido no PT, era encarregado de arregimentar e apresentar nomes de pessoas para os cargos do primeiro governo Lula, apresentando tais nomes à José Dirceu. Segundo Marcos Valério, o publicitário do PT também condenado no “Mensalão”, foi Silvinho quem o procurou em 2004 para obter tal empréstimo,  que finalmente foi obtido por Bumlai com Schahin. O que a imprensa está falando hoje é que Ronan teria ameaçado contar tudo o que sabia da operação de arrecadação de dinheiro das empresas de ônibus de Santo André, dinheiro que era encaminhado à José Dirceu e inclusive levado pelo ex-assessor e conselheiro do então Presidente Lula, Gilberto Carvalho (vide Nota1). Gilberto foi acusado pelos irmãos de Celso Daniel de participar de esquema de arrecadação de propinas no ABC Paulista. Os irmãos do prefeito assassinado dizem que Carvalho chegou a confessar que certa vez levou no seu Chevrolet Corsa preto uma mala com 1,2 milhão de reais para o então presidente do PT, José Dirceu. Mas foi...

Read More
Gilmar Mendes devolve o processo sobre Lula para a Lava_Jato

Gilmar Mendes devolve o processo sobre Lula para a Lava_Jato

By on mar 21, 2016 in Uncategorized | 0 comments

Gilmar Mendes devolve o processo sobre Lula para a Lava_Jato Ontem, 18 de março de 2016, o Juiz Gilmar Mendes, do Superior Tribunal Federal, STF, sorteado para julgar o pedido de Liminar para bloquear a nomeação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva como Ministro Chefe da Casa Civil do Governo, deu curso ao pedido e devolveu o processo para o Juiz Criminal do Paraná, Sérgio Moro. Eu acessei o texto despacho, de 34 páginas, que é público e li inteiro, terminando por volta de meia noite do sábado. Qualquer brasileiro, quer tenha votado no PT ou não, deveria ler esse texto, que foi reproduzido com as gravações principais relativas ao processo do julgamento da liminar. Ele tem tudo na integra, inclusive a linguagem chula, cheia de palavrões usados por Lula, pelo presidente do PT, Ruy Falcão, pelo Ministro Chefe da Casa Civil Jaques Wagner,  pelo cientista politico Alberto Carlos, e pelo próprio Lula, que diz textualmente ao conversar com a Presidente Dilma Rousseff ( mais a frente, copio o diálogo do documento citado, página 30). Vou antes explicar a estrutura do documento:   1) Abertura,  páginas 1 a 3: o Ministro fala que se trata de mandados de segurança impetrados pelos partidos PPS e PSDB; são duas liminares que visam sustar os efeitos da nomeação de Luiz Inácio Lula da Silva para o cargo de Chefe da Casa Civil com status de Ministro de Estado, pedindo também que mantenha a competência do juizo da 13a Vara Criminal de Curitiba. 2) Discussão sobre o cabimento da ação: essa longa parte discute o chamado “desvio de finalidade”, “que se verifica quando o agente pratica ato visando a fim diverso daquele previsto, explicita ou implicitamente, na regra de competência”.  Essa é a parte mais longa do despacho e vai da página 3 até a página 21; 3) Considerações jurídicas que dizem serem os textos das ligações abaixo citadas elementos de “CONFISSÃO EXTRA JUDICIAL”, páginas 22 e 23; 4) Diálogos usados pelas ligações telefônicas usadas por Lula e grampeadas, como peças comprovatórias: vai da página 24 à página 31, que reproduzimos abaixo; 5) As conclusões do Ministro, páginas  31 a 34. Vou agora reproduzir os diálogos usados e documentados pelo despacho do...

Read More