EFC Engenheiros Financeiros & Consultores

Brasil perde dois dos três graus de investimento

OPINIÃO

 

Semana finda em 18_12_2015

 Brasil perde dois dos três graus de investimento

 

No dia 16 de dezembro último, o Brasil perdeu o grau de investimento de uma segunda agência de classificação de riscos, a FTCH. Já havia, em setembro passado, perdido esse grau da agência Standard& Poors. Isso é péssimo, pois os investidores estrangeiros normalmente não investem em países que não mantém o grau de investimento em pelo menos duas das três agências classificatórias. Agora resta apenas a MOODYS, que poderá em breve rebaixar a nota do Brasil, também, acompanhando as outras duas.

 

O quadro abaixo mostra a comparação das classificações. Nele omitimos as piores classes, para simplificar a apresentação.

Investimento

Porque o Brasil está perdendo o grau de investimento? Pelo descalabro das contas públicas e pela encrenca política e a consequente desmoralização da imagem do país.

Temos um competente ministro da Fazenda, Joaquim Levy, mas infelizmente totalmente desprestigiado pela Presidência da República, que não apoia suas iniciativas perante o Congresso;

Temos uma enorme encrenca politica, com o pedido de impeachment da Presidente e o decorrente confronto do PT, seguido pela CUT, UNE,  movimentos sociais (todos patrocinados e financiados com dinheiro público e pelo poder executivo) contra a classe média, arrochada pelo desemprego e pela inflação.

Péssimo cenário!

 

Mensagem aos meus leitores:

Tenho escrito, aqui no Opinião, todas as semanas sobre os eventos políticos e econômicos mais relevantes do Brasil.

A partir de 2015, passei a escrever também “blogs”, mais sintéticos, que podem ser lidos, pois, são publicados nos inícios das semanas.

Visando a divulgação de minhas habilidades como consultor de empresas, tenho publicado diversos vídeos, que podem ser vistos no meu Canal do YouTube. Clique AQUI!

Um abraço aos meus leitores habituais.

Politica

Politica

Feliz Natal e um ano de 2016 melhor do que 2015!

 

Carlos Coradi