EFC Engenheiros Financeiros & Consultores

E Dilma? O que nos espera em 2016? Mais problemas?

OPINIÃO

 

Semana finda em 01_01_2016

E Dilma? O que nos espera em 2016? Mais problemas?

 

A prestigiosa revista “The Economist”, lida no mundo inteiro por empresários, governantes, intelectuais e, claro, economistas, dá um puxão de orelhas no Brasil e em nossa Presidente Dilma, dizendo que o Brasil precisa de medidas duras para se aprumar novamente, mas que “Dilma não tem estômago para implanta-las. E faz uma lista dos problemas mais urgentes a serem atacados:

  • Reforma na Previdência: cita “The Economist” que o Brasil gasta 12% do seu produto interno bruto com aposentados e pensionistas, uma fatia maior do que a do Japão, um país rico e com população mais velha do que a do Brasil;
  • Legislação trabalhista ruim, dura, que torna as demissões caras e impeditivas de que as empresas se modernizem, com greves paralisando as fábricas em seus portões;
  • Ajuste fiscal insuficiente; demitiu Joaquim Levy antes mesmo de que ele completasse um ano em seu trabalho de ajuste;
  • Inflação disparada novamente, afetando o ganho das famílias e deprimindo o consumo;
  • Crescimento negativo previsto para 2016; “até a Rússia, que é fortemente dependente do petróleo irá melhor em 2016!”;
  • Escândalos na Petrobrás. com propinas por todos os lados, atingindo políticos;

Como se vê, as críticas são severas, ditas por quem tem credibilidade no mundo econômico e servem de alerta para o povo brasileiro.

Em verdade, esse caos político começou com a CPI dos correios, iniciada com a imagem de um servidor recebendo uma “propininha”e com o pronunciamento de Roberto Jefferson denunciando o”Mensalão”. Que sete anos depois, graças ao STF e ao seu Presidente, Joaquim Barbosa, condenou toda pilha de políticos corruptos. Mas a pressão sobre ele foi tanta que o levou prematuramente a deixar o STF.

Agora, o “Petrolão” segue a mesma trilha do “Mensalão”, com o Juiz Sérgio Moro tentando ir em frente e a Polícia Federal e o Ministério Público prendendo senador e banqueiro, além de dezenas de outros empresários e políticos envolvidos em uma lama de corrupção.

“The Economist tem razão, mas Dilma é só um instrumento para que o PT (entenda-se Lula) permaneça no poder. Ele quer que ela chegue até 2018, para que possa voltar. concordam?

 

 

 

Gostou deste conteúdo? Comente e Compartilhe. Ficou com alguma dúvida? Acesse nossa página de serviços e conheça as soluções da EFC para a sua empresa.

 

Mensagem aos meus leitores:

O “OPINIÃO” é a publicação semanal da EFC, publicado desde 1995.

A partir de 2015, passei a escrever comentários semanais sobre economia, política, finanças e negócios mais sintéticos, que podem ser lidos AQUI!

Visando a divulgação de minhas habilidades como consultor de empresas, tenho publicado diversos vídeos, que podem ser vistos no meu Canal do YouTube. Clique AQUI!

Criei uma série de aulas sobre:

  • Governança Corporativa
  • Conselho de administração
  • Conselho Fiscal
  • Conselho Consultivo

Assista, comente, e deixe suas pergunta AQUI! 

Um abraço aos meus leitores habituais.