EFC Engenheiros Financeiros & Consultores

O PONTO DE VISTA DE LEVY: SEM CIZÂNIA..

OPINIÃO

 

Semana finda em 02_10_2015

Editorial: O PONTO DE VISTA DE LEVY: SEM CIZÂNIA..

Carlos Daniel Coradi[1]

 

Diz  o Ministro: “Não adianta criar cizânia (nota 2) em torno do ajuste, primeiro é fundamental acertar a situação fiscal para pôr fim às incertezas, o investimento voltar e o juro cair”; “tem que cortar olhando com realismo, sabendo as mudanças profundas que certas economias vão recorrer; se não, é apenas espuma, acho que o Brasil não vai aceitar e nem acredita em espuma”; “como eu tenho dito, é a estratégia, primeiro a gente acerta o fiscal, que é a maior fonte de incerteza para todo mundo.”

“Quando o país passa por uma rápida desaceleração econômica, para acertar o fiscal, tem que pensar em receitas, a diminuição dos gastos demoram mais e precisamos ter uma ponte segura para chegar ao outro lado; “é preciso também pensar nas reformas estruturais, garantir a previsibilidade da Previdência no longo prazo, buscamos o consenso, é um tema pesado; “temos que fazer uma reforma que dure 20, 30 anos e aumente a oferta de trabalho, até porque nosso bônus  demográfico está acabando”.

Tomando conhecimento do documento da Fundação Perseu Abramo (do PT)  que propõe redução dos juros,  mudança no calculo da inflação, bandas na meta fiscal,  regulação do mercado de cambio, respondeu Levy: “O plano atual do Governo é vitorioso”.

Essa posição da Fundação Perseu Abramo pode ser entendida como “fogo amigo”, tendo por trás dela o ex presidente Lula e uma ala  mais radical do PT contra Levy e contra  a  Presidente Dilma, que ao discursar na abertura da Assembleia anual da ONU, defendeu o ajuste fiscal promovido pelo Governo. Mas ainda temos muita água para rolar..

Fiscal

Fiscal

Nota 1: a  fonte é o Jornal “O Estado de São Paulo de 30/09/2015, pagina B9

Nota 2: cizânia significa discórdia, confusão, brigas, divisões, desarmonia.

 

Mensagem aos meus leitores:

 Tenho escrito, aqui no Opinião, todas as semanas sobre os eventos políticos e econômicos mais relevantes do Brasil.

A partir de 2015, passei a escrever também “blogs”, mais sintéticos, que podem ser lidos, pois, são publicados nos inícios das semanas.

Visando a divulgação de minhas habilidades como consultor de empresas, tenho publicado diversos vídeos, que podem ser vistos no meu Canal do YouTube. Clique AQUI!

 

Gostou deste conteúdo? Comente e Compartilhe. Ficou com alguma dúvida? Acesse nossa página de serviços e conheça as soluções da EFC para a sua empresa.

Um abraço aos meus leitores habituais.

 

[1]Carlos Daniel Coradi é diretor presidente da EFC Engenheiros Financeiros & Consultores, uma empresa brasileira de consultoria com 25 anos de existência; engenheiro pela USP e Mestre pela FGV; veja o currículo em http://carloscoradi.com.br/carlos-coradi/curriculum-portugues/