EFC Engenheiros Financeiros & Consultores

Petrobrás analisada em detalhes

OPINIÃO

 

Semana finda em 15_05_2015

 

Editorial: Petrobrás analisada em detalhes

 

Os principais jornais brasileiros publicaram em 8 de maio um caderno inteiro dedicado ao “Relatório da Administração e Demonstrações Contábeis auditadas de 2014 da Petróleo Brasileiro S.A., “ Petrobrás ”, com 30 páginas inteiras. Ele inicia com a mensagem pragmática  do novo Presidente, Aldemir Bendine (cuja posse comentamos favoravelmente em nosso Opinião” de Fevereiro de 2015). No número de hoje vamos destacar os pontos principais desse Relatório:

  1. Efeitos da “Lava Jato”: Como é sabido, pois toda imprensa noticiou, a empresa de auditoria PWC só assinaria tais demonstrações financeiras se o “estrago” produzido e documentado na operação “Lava-Jato” fosse dimensionado e deduzido dos ativos da Petrobrás (o que, de fato, ela fez) danos esses somando cerca de R$ 50 bilhões, valor originado de em duas partes..

a. Baixa de gastos adicionais capitalizados indevidamente, calculados por uma estimativa de 3% decorrentes de “esquemas de pagamentos indevidos”, R$ 6.194.000.000,00 (seis bilhões, cento e noventa e quatro milhões de reais)[1];

b. Baixa por “perda no valor de recuperação de ativos” (impairment[2]) por desvalorização de R$ 44.544.000.000,00 (quarenta e quatro bilhões e quinhentos e quarenta e quatro milhões de reais)[3].

c. O total desses dois “ajustes” somaram R$ 50.738.000.000,00, ou seja, da ordem de cinquenta e um bilhões de reais.

d. Para o leitor ter ideia do tamanho desse “desfalque”, ele tem a dimensão aproximada do superávit primário que é objetivo do Ministro da Fazenda, Joaquim Levy (que é de 1,2% do PIB de cinco trilhões de reais, ou sessenta bilhões de reais).

  1. Por conta desses roubos, abertamente declarados no Relatório publicados, a Petrobrás encerrou o ano de 2014 com prejuízo, conforme demonstramos no quadro da demonstração de resultados transcrito do mesmo: de um lucro líquido de R$ 23 bilhões em 2013 para um prejuízo praticamente de R$ 22 bilhões. Um roubo descarado!

Petrobrás em Detalhes

Leia todas as semanas nossos Blogs e nossos “Opinião”;  Fale conosco e se inscreva para receber automaticamente nossas publicações. Recomende aos seus amigos e clientes. Até a próxima semana.

[1] Conforme tabela da página 12 do Relatório citado.

[2] “Impairment” significa, literalmente, “deterioração”; em finanças significa perda de valor em ativos.

[3] Conforme tabela da página 18 do Relatório citado.

Gostou deste conteúdo? Comente e Compartilhe. Ficou com alguma dúvida? Acesse nossa página de serviços e conheça as soluções da EFC para a sua empresa.

  • Marcos Apostolo

    Deveríamos ter a opção de compartilhar no facebook.

  • Carlos Daniel Coradi

    Prezado Marcos, basta clicar em “Share” e depois no ícone do Facebook que você consegue compartilhar ok! Obrigado pelo contato.

  • Prezado Marcos, basta clicar em “Share” e depois no ícone do Facebook que você consegue compartilhar ok! Obrigado pelo contato